Colégio Visconde de Porto Seguro utiliza letramento digital para desenvolver habilidades socioemocionais na sala de aula

28 de novembro de 2019

Postado por Microsoft Educação em Conteúdos Educacionais

Uma das instituições mais tradicionais do país agora faz parte do nosso time de Showcase School

Uma das instituições brasileiras mais tradicionais do país, o Colégio Visconde Porto Seguro completou 141 anos em 2019. Atualmente com seis unidades no estado de São Paulo (Morumbi, Valinhos, Panamby, Portinho Panamby, Portinho Morumbi e Portinho Valinhos), o colégio sempre se manteve atualizado em relação ao uso de ferramentas tecnológicas para as áreas pedagógica e administrativa. No fim dos anos 90, passou a utilizar o pacote Office em todos os seus laboratórios de informática e, em 2014, migrou para o Office 365, fornecendo para todos os seus 9.000 alunos o serviço de e-mail gratuito.

“As ferramentas da Microsoft têm um papel muito importante no processo de transformação digital da instituição em um contexto mais amplo. A migração para o Office 365 potencializou o aprendizado no uso da Nuvem, também nos deu a possibilidade de compartilhar arquivos de forma rápida e simples e habilitou a edição de documentos, fazendo com que todos trabalhem em colaboração. Outro ponto importante foi o uso do OneNote, que revolucionou nossos registros de reunião e fomentou o uso do caderno digital”, explica Joice Lopes Leite, coordenadora institucional de Educação Digital do Colégio Visconde de Porto Seguro.

Além de utilizar todos esses recursos, a instituição implementou, em 2016, o currículo de Letramento Digital para todas as turmas de Ensino Fundamental. Com isso, eles intensificaram outros aplicativos, como Sway e Paint 3D.

 

Ações para conscientizar sobre a sustentabilidade

 Como forma de trabalhar os objetivos de sustentabilidade da ONU, os alunos desenvolveram diversos projetos em torno desse tema, sempre contando com o apoio das ferramentas tecnológicas. O professor Danilo de Moraes, por exemplo, desafiou seus alunos a planejar e construir um produto ou brinquedo relacionado a algum dos objetivos, como a erradicação da pobreza e o acesso à energia limpa e acessível. Após a pesquisa e o levantamento de ideias com ajuda das ferramentas do Office 365, os estudantes definiram os tipos de materiais necessários e as etapas a serem seguidas. Depois disso, colocaram a mão na massa, transformando as ideias em algo concreto (protótipo) e, ao final, fizeram uma apresentação explicando seus produtos e justificaram o uso deles.

Outro projeto superbacana foi o do professor José Carlos de Souza. O nome dado foi “O lixo que produzimos”, que utilizava o conceito de Nuvem para a redução de papel. Os alunos criaram uma apresentação colaborativa, refletiram sobre questões urgentes para ajudar o planeta na redução do lixo e mostraram alguns cuidados que todos podem ter dentro da própria escola, como o uso dos documentos no OneDrive ou SharePoint em vez da impressão.

alunos em acao com os projetos de sustentabilidade

Alunos em ação com os projetos de sustentabilidade

 

Cidadania digital e sala de aula segura

Como todos da instituição estão conectados no dia a dia, das crianças ao corpo docente, é necessário pensar em maneiras de manter todos seguros na web, além de construir uma responsabilidade em torno do que é utilizado e trocado entre todos. Em uma das turmas do 7º ano do Fundamental II, os alunos discutiram diversas maneiras de construir hábitos saudáveis e seguros ao usar a internet e, consequentemente, as redes sociais. Ao concluir o projeto, a classe, da unidade Morumbi, participou de uma conversa por Skype com os estudantes da unidade Panamby e Valinhos para expor suas ideias e assim criar, juntos, novas possibilidades para manter a segurança de todos na instituição.

Aula por Skype para discutir sobre cidadania digital

Aula por Skype para discutir sobre cidadania digital

 

Minecraft: Education Edition para trabalhar a colaboração entre os alunos

O Minecraft: Education Edition é uma das ferramentas que mais trabalham a colaboração e o protagonismo dos alunos. Além de utilizarem em quase todas as classes, um de seus professores, Francisco Tupy, é MIE Fellow da Comunidade de Educadores e possui Doutorado no uso da ferramenta. Ideias são o que não falta na instituição. A classe da professora Alessandra Lameiras, por exemplo, utilizou o recurso no projeto “Fazenda do café”. Cada grupo ficou responsável pela construção de uma parte da fazenda Nossa Senhora da Conceição. Após a criação, os estudantes apresentaram e contextualizaram suas construções para a turma toda e ainda criaram um vídeo para compartilhar com o restante do colégio.

 

Conquista como escola-modelo Microsoft

Depois de inserir todos esses recursos na sala de aula, a instituição estava preparada para se tornar Showcase School Microsoft. As escolas-modelo são reconhecidas pela Microsoft, no mundo inteiro, como instituições de ensino que lideram a transformação digital de ponta a ponta (da área administrativa à área pedagógica). “Foi um processo bastante prazeroso e natural. Para nós, o reconhecimento como Showcase School Microsoft foi a validação de um trabalho pedagógico realizado com muito profissionalismo, comprometimento e dedicação”, finaliza Joice.

 

Se a sua escola está dando os primeiros passos para melhorar o aprendizado por meio da tecnologia, você pode ingressar no programa Microsoft School e, assim, entender melhor como utilizar as tecnologias Microsoft em prol de sua instituição de ensino. Acesse o site e conheça os programas da Microsoft para instituições de ensino.

Últimos posts